Fato Real
Destaque Lafaiete

Exigência de uniforme em escola municipal gera conflito em Lafaiete

Pais de alunos da Escola Municipal Dr.Rui Pena – o CAIC, no bairro São João em Conselheiro Lafaiete, entraram em contato com nossa redação e usaram as redes sociais relatando uma ‘proibição’ da entrada de alunos sem agasalho da escola. A postagem afirma que a partir do dia 18/04 os estudantes deverão entrar na escola com uniforme completo. A publicação ainda salienta que nesta quarta-feira (06), mais de 30 alunos foram mandados para casa por estarem com a blusa de frio tampando a camisa do uniforme.

Postagem denunciou situação na escola
Postagem denunciou situação na escola

O post fala ainda em ações truculentas atribuídas ao diretor da escola, Eduardo Souto, e também cita a expulsão de um estudante.

Resposta da escola

Questionada sobre o assunto, a direção da escola, por meio da assessoria de comunicação da Prefeitura, informou que nenhum aluno foi proibido de entrar na escola devido à falta do agasalho. A orientação é que o aluno use pelo menos a camisa de uniforme por cima do agasalho.

Segundo a resposta do Executivo, a decisão deve-se à identificação do aluno dentro da escola, uma vez que ela abriga grande número de crianças e adolescentes (cerca de 400), além da creche e da pré-escola. Esta exigência proporciona mais segurança para os estudantes, evitando que “indivíduos estranhos” ao educandário adentrem as dependências da escola.

A direção afirma que não foi realizada nenhuma exigência de que o uniforme completo da escola seja comprado, e o caso ocorrido na data de ontem, em sua maioria, foram alunos do 9ª ano do Ensino Fundamental que se recusaram a cumprir as normas e foram embora antes de entrar na escola. Houve aula normal na escola durante na manhã da quarta-feira.

Alguns pais procuraram a direção e realizaram uma reunião com o diretor e membros do colegiado escolar que foi devidamente registrada, sendo acordado em conjunto com os pais que pelo menos a camisa de uniforme seja providenciada pelos mesmos até o dia dez de maio e que os alunos do turno da manhã venham para a escola com qualquer tipo calça na cor azul.

A direção do CAIC afirma ainda que não houve qualquer expulsão e que os fatos ocorridos estão documentados e ocorreram conforme relatados na nota enviada. O órgão ainda afirma que qualquer outro questionamento ou denúncia relacionado ao tema deverá ser direcionado pelo denunciante a Secretaria de Educação ou a ouvidoria que são os órgãos qualificados para tratar do tema.

Fato Real