Fato Real
Gerais Você Repórter

Você conhece o Conecte SUS?

O Conecte SUS é um aplicativo, do Ministério da Saúde, que registra toda a trajetória de quem busca atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS). Mostra, por exemplo, dados sobre atendimentos e internações do paciente. Permite a consulta de medicamentos e exames feitos e o agendamento de consultas na rede pública de saúde. Ele também dá acesso à Carteira Nacional Digital de Vacinação, permitindo que os brasileiros consultem todas as vacinas aplicadas nas redes pública e privada, entre elas, a da Covid-19.

O Conecte SUS também oferece uma lista de serviços e consultas destinados à população brasileira, como hospitais, postos de saúde, serviços de urgência e farmácias populares. Disponibiliza, ainda, quais são as maternidades, academias de saúde e centros de especialidade e de Atenção Psicossocial que são oferecidos à população em todo o país. Traz, ainda, orientações sobre doações de órgãos e de sangue.

São informações relativas à saúde, de forma rápida, na palma da mão do brasileiro. Tudo para proporcionar um melhor cuidado ao cidadão na rede de atenção à saúde. Na prática, o aplicativo veio para informatizar o prontuário do paciente e agilizar o atendimento na saúde pública.

“O Conecte SUS é um aplicativo que foi me apresentado nas primeiras consultas do meu pré-natal. Ele é muito bom. Me cadastrei lá, super indico. Cadastrei ele para a minha filha também. É muito rápido para você se cadastrar, é muito fácil”, contou Lorrany Ferreira dos Santos Lopes, que mora em Ceilândia, no Distrito Federal, e é auxiliar em um departamento fiscal de contabilidade.

Uma das vantagens de ter esse aplicativo, segundo Lorrany, é a praticidade de ter tudo no celular. “Uma praticidade, porque você pode levar o seu celular e salvar o álbum de fotos do seu cartão do SUS. Então, qualquer hora que você precisar, pode entrar no aplicativo que está lá. Então, eu acompanho as minhas consultas e as da minha filha. Tem tudo lá. Pediatra, vacinação, as consultas, todos os agendamentos, todos os atendimentos estão lá.”

Como fazer o cadastro

O cadastro no Conecte SUS é bem simples e pode ser feito em poucos minutos. Basta usar o número do CPF ou da Carteira Nacional de Saúde.

O primeiro passo é entrar na loja de aplicativos do seu celular ou tablete e digitar “app Conecte SUS”, e fazer o download de forma gratuita. O registro também pode ser feito em qualquer computador com acesso à internet por meio do site conectesus-paciente.saude.gov.br.

Pelo Portal gov.br, o usuário também consegue acessar a ferramenta.

“O aplicativo é grátis. Pode ser uma ferramenta muito importante para o cidadão e para o seu cuidado em saúde. É importante que o cidadão baixe o aplicativo, verifique as informações disponíveis e acompanhe o processo de disponibilização gradativa das informações mais relevantes”, explicou Gabriella Nunes Neves, do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde.

Até o momento, mais de 8,5 milhões de downloads já foram feitos.

Ao acessar o Conecte SUS, você pode:

  • Visualizar seu histórico de saúde completo em um só lugar;
  • Visualizar seus medicamentos, suas consultas e seus exames;
  • Verificar quais hospitais, postos de saúde e serviços de urgência estão mais próximos de você;
  • Marcar consultas de rotina;
  • Ter acesso a informações importantes sobre saúde;
  • Ter acesso à Carteira Nacional Digital de Vacinação; e
  • Tirar dúvidas sobre o SUS.

Covid-19

O Ministério da Saúde está incentivando a população a baixar o Conecte SUS para facilitar o monitoramento da vacinação contra a Covid-19 no país. Assim que receber a imunização contra a doença, quem for cadastrado no sistema vai ter a dose registrada no Conecte SUS. Lá, será possível o usuário consultar o tipo de vacina aplicada, o lote de fabricação e a data que a dose foi ministrada. Essas informações ajudam a evitar que uma pessoa tome doses de laboratórios diferentes.

O Governo Federal esclareceu, no entanto, que não é obrigatório ser usuário do aplicativo para ser vacinado contra a doença.

Caso você não tenha o app, é só levar ao posto de saúde um documento de identificação com número do CPF, na hora em que você for convocado para tomar a dose, de acordo com os grupos prioritários.

Saúde e Vigilância Sanitária
Ministério da Saúde

Se você quer ver sua reclamação, foto, denúncia ou elogio no Fato Real; se quer enviar uma pauta ou sugestão de reportagem, envie seu email para [email protected]

Fato Real