Fato Real
Gerais Você Repórter

Cuidados com a alimentação ao praticar atividade física

A prática de atividade física é recomendada para a prevenção de doenças e promoção da saúde das pessoas e deve ser praticada em todas as fases e eventos da vida, como ao se deslocar de um lugar para outro, durante o trabalho ou estudo, ao realizar tarefas domésticas ou durante o tempo livre, é o que explica o Guia de Atividade Física para a População Brasileira, produzido pelo Ministério da Saúde.

Manter uma vida fisicamente ativa é importante para promover saúde, melhorar ou manter as capacidades físicas, diminuir a chance de desenvolver alguns tipos de cânceres e doenças crônicas, como o diabetes (alto nível de açúcar no sangue), a pressão alta e as doenças do coração; além de melhorar a disposição e aumentar a interação social. Além disso, praticar atividade física ajuda na redução e na manutenção  do peso corporal.

Diante disso, é comum as pessoas investirem ainda mais foco na prática de atividade física quando buscam perder peso. Mais do que isso, estratégias que aparentemente aceleram os resultados desejados são procuradas, mas que podem ter um impacto negativo para a saúde física e mental, como resposta.

De acordo com o livro Desmistificando dúvidas sobre Alimentação e Nutrição, também produzido pelo Ministério da Saúde, na tentativa de emagrecer sem a orientação de profissionais capacitados, muitas pessoas alteram sua ingestão alimentar de forma inadequada e por conta própria, o que pode prejudicar o metabolismo e a saúde.

Por isso, a alimentação saudável é essencial para a prática de atividade física. Praticá-la em jejum, por exemplo, pode, muitas vezes, causar tontura ou desmaio devido à queda de glicemia, por exemplo. Também, como a atividade física realiza a quebra de “moedas de energia”, o rendimento na determinada atividade pode ser prejudicado. Ainda, a privação de alimentos pode provocar um efeito rebote, levando ao praticante a querer compensar depois e comer bem mais do que o necessário.

Sendo assim, conforme ressalta o livro Desmistificando dúvidas sobre Alimentação e Nutrição, não há evidências científicas de que praticar atividade física em jejum auxilia na redução de gordura corporal. Para um controle de peso corporal saudável, uma dica é ressaltada: adoção permanente de hábitos saudáveis. Aposte na inclusão de uma boa alimentação associada à prática regular de atividade física.

Como se alimentar antes de começar uma atividade física?

O que você come, o quanto come e quando come pode influenciar a atividade física. Por isso, logo de cara, o melhor caminho é investir em uma alimentação adequada e saudável. Vale lembrar que a recomendação é que a base da alimentação seja composta por alimentos in natura e minimamente processados. Por isso, evite os ultraprocessados e utilize óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar. Opte também por preparações culinárias feitas em casa.

É importante lembrar que um corpo que está em movimento demanda energia, por isso, alimentos que possam fornecer isso são bem-vindos. E existem opções saudáveis para pequenas refeições, como o leite, iogurte natural e castanhas ou nozes.

O ideal é que a pessoa procure fazer suas refeições diárias em horários semelhantes, evitar beliscar nos intervalos entre as refeições, comer devagar desfrutando o que está comendo, sem se envolver em outra atividade, comer em ambientes apropriados limpos, confortáveis e tranquilos e, sempre que possível, em companhia. E, claro, não dá para esquecer da água, que é essencial para a manutenção da vida.

Por isso a hidratação, durante todo o dia, é necessária. Independente da faixa etária, sexo e biotipo físico. No ato da atividade física, ela se torna ainda mais importante, uma vez que nosso corpo elimina grande quantidade desse líquido por meio do suor.

Além do suor, outros fatores contribuem para a desidratação, ou seja, a perda de líquidos. Dentre elas a intensidade e a duração dos exercícios físicos, o clima e até o tipo de roupa utilizada. Em atividades mais puxadas e por longos períodos a atenção deve ser redobrada. Leve sempre um cantil ou pequena garrafa com água fresca quando estiver fora de casa e para a prática de atividade física. De acordo com o Guia de Atividade Física para a População Brasileira, atividade física é um comportamento que envolve os movimentos voluntários do corpo, com gasto de energia acima do nível de repouso, promovendo interações sociais e com o ambiente, podendo acontecer no tempo livre, no deslocamento, no trabalho ou estudo e nas tarefas domésticas.

E o que não faltam são opções para isso. São exemplos de atividade física: caminhar, correr, pedalar, brincar, subir escadas, carregar objetos, dançar, limpar a casa, passear com animais de estimação, cultivar a terra, cuidar do quintal, praticar esportes, lutas, ginásticas, yoga, entre outros. A atividade física deve fazer parte do dia a dia e traz diversos benefícios, como o controle do peso corporal e a melhora da qualidade de vida, do humor, da disposição, da interação com as outras pessoas e com o ambiente.

Saúde Brasil
Ministério da Saúde

Se você quer ver sua reclamação, foto, denúncia ou elogio no Fato Real; se quer enviar uma pauta ou sugestão de reportagem, envie seu email para [email protected]

Fato Real