Fato Real
Regional

Seminários vão preparar congonhenses para simulados do Plano de Segurança de Barragens

Entre os dias 21 e 23 de junho, o Plano Municipal de Segurança de Barragens (PMSB) começará a orientar moradores de Congonhas que vivem na área de influência de barragens sobre como devem proceder durante treinamentos e simulados. Estes últimos verificarão se o Plano de Evacuação Integrado, criado para aumentar a segurança e a tranquilidade da população, já atende seu propósito ou se ainda precisa de ajustes.

O PMSB foi criado pela Prefeitura de Congonhas com apoio da CSN Mineração, Gerdau, Vale e gestão da Adesiap. Os seminários orientativos, para que a população de Congonhas, especialmente a que mora ou trabalha na área de influência destas estruturas de contenção de rejeito ou água (de acordo com dados do Cadastramento Socioeconômico realizado em 2021), saiba como proceder durante os primeiros simulados previstos para o segundo semestre de 2022, como para outros treinamentos que também serão realizados frequentemente.

Estes simulados servirão para aprovar o Plano de Evacuação Integrado, proposto pelo PMSB, ou apontar a necessidade de ajustes. Os seminários serão realizados nos dias 21, 22 e 23 de junho na Feira do Produtor Rural (em frente ao terminal rodoviário), em três edições diárias: às 10h, 15h e 19h30.

Quem não puder comparecer, terá a opção de acompanhar a live pelos canais oficiais do PMSB – Plano Municipal de Segurança de Barragens no Facebook e no Youtube.

Os seminários são treinamentos teóricos que antecedem os simulados, que são treinamentos práticos/Foto/Carol Lacerda
Os seminários são treinamentos teóricos que antecedem os simulados, que são treinamentos práticos/Foto/Carol Lacerda

“Os seminários serão o primeiro contato que as pessoas terão com o Plano de Evacuação Integrado do PMSB. Elas vão ter a oportunidade de entenderem, dentro de um contexto, onde estarão localizadas as rotas de fuga, os pontos de encontro e ou demais elementos de autoproteção estabelecidos para a área de influência das barragens. Vamos apresentar referências de localização desses elementos de autoproteção conhecidas das pessoas, como uma rua, uma igreja, um comércio. Mostraremos o caminho seguro que cada cidadão deve percorrer pela rota de fuga, após o acionamento da sirene, até o ponto de encontro em um simulado ou caso ocorra uma situação de emergência”, explica Guilherme Ferrari Líder de Projetos, geógrafo e gestor técnico da elaboração do Plano de Contingenciamento Integrado (Placon-i), principal instrumento do PMSB.

Fonte e fotos:

Fato Real