Fato Real
Destaque Regional

Congonhas começa vacinar pessoas de 37 anos nesta semana

A vacinação contra a Covid-19 em Congonhas segue na semana que inicia com a aplicação da primeira dose em pessoas com idade de 37 anos.

Para receber a vacina é necessário fazer o agendamento em uma Unidade Básica de Saúde  da cidade. O horário de funcionamento das  UBS’s é de 7h às 16h de segunda a sexta-feira e um dia por semana cadaunidade possui horário estendido até as 20h para favorecer o trabalhador. Portanto, é necessário estar atento a este detalhe no momento de agendar a vacinação.

Mais doses

Nesta sexta-feira 30/07, Congonhas recebeu um novo lote de vacinas com 1725 doses de imunizantes contendo 665 doses da AstraZeneca, 630 doses da Pfizer e 430 doses da Coronavac. Segundo orientações da Secretaria de Estado de Saúde, as doses da vacina da AstraZeneca recebidas nesta semana estão destinadas para a imunização dos grupos que estão completando o prazo para receber a segunda dose. As demais serão divididas para a imunização por idade (70% das doses), bem como para industriais e caminhoneiros (30% das doses).

As equipes de saúde da família continuam entrando em contato com as pessoas para agendar a aplicação da segunda dose do imunizante, mas caso alguém não tenha recebido o contato de um dos agentes e esteja completando o prazo definido no cartão de vacinas, deve entrar em contato com a UBS mais próxima.

Cadastro

Empresas devem cadastrar funcionários
Empresas devem cadastrar funcionários

Gestores de empresas que atuam em Congonhas devem cadastrar os seus funcionários para a imunização contra a Covid-19 através do link: https://forms.gle/JMd2v5fuJ7gDhDse8

O cadastro faz parte do processo de vacinação dos trabalhadores industriais e o formulário também está disponível no site da Prefeitura de Congonhas.

Ao todo, a Secretaria Municipal de Saúde espera vacinar cerca de 16 mil pessoas neste grupo. O ritmo da imunização obedecerá ao critério da faixa etária (do mais velho para os mais novos) e ao recebimento de doses encaminhadas pelo Governo de Minas Gerais para esse público específico.

Fato Real