Fato Real
Regional

Caminhão capota e homem fica preso na cabine na MGC 494

Um acidente deixou um homem de 65 anos ferido na tarde desta quarta-feira (24/11) no Km 178 da MGC 494, próximo ao trevo do Arcanjo, em Madre de Deus de Minas, próximo a São João del-Rei.

No local, um caminhão com cargas de laranja tombou em uma curva, ficando com as rodas para cima e prensando o motorista dentro da cabine. O condutor estava consciente, orientado e apresentava queixa de dores no peito e nas pernas, além de cortes nos braços.

Caminhão capotou na pista
Caminhão capotou na pista

Ele ficou preso entre às ferragens. O Corpo de Bombeiros foi acionado e, para resgatá-lo, foi necessária a utilização de equipamento desencarcerador e de uma retroescavadeira. Após cerca de 3 horas de trabalhos, os militares conseguiram retirar a vítima. Ela foi encaminhada para atendimento médico por uma unidade do SAMU de Madre de Deus.

Condutor teria perdido o controle do veículo após curva
Condutor teria perdido o controle do veículo após curva

O Sargento Alex, chefe da equipe que atendeu a ocorrência, explica a dinâmica do acidente e do resgate: “O caminhão ficou de cabeça para baixo, com as rodas viradas para cima. Com o impacto do acidente, a cabine ficou bastante amassada e o motorista estava muito prensado. Após cada tentativa de expandir as ferragens, a vítima queixava-se de dores nas pernas, o que necessitou de um trabalho bastante minucioso. Depois de algum tempo, percebemos que havia uma carreta parada próxima ao local e ela transportava uma retroescavadeira. Solicitamos ao condutor o auxílio deste veículo, ao que fomos prontamente atendidos. Com o uso de cabos de aço, amarramos parte da cabine e, aos poucos, conseguimos expandir a lataria”.

Ainda de acordo com Alex, também havia muita terra prendendo o motorista. “Foi necessário cavar um buraco sob o rapaz para ajudar a liberá-lo. Após longas horas de um trabalho bastante delicado, finalmente foi possível retirá-lo de lá. Ele aparentemente não tinha nenhuma fratura e foi encaminhado para uma unidade de atendimento do SAMU”, completa o militar. 

Durante trabalho, apenas meia pista ficou liberada
Durante trabalho, apenas meia pista ficou liberada

A Polícia Militar Rodoviária compareceu ao local e ficou responsável pela ocorrência de trânsito, assim como pelo controle do tráfego, que ficou liberado em meia pista durante os trabalhos.

Fonte e fotos: CBMMG

Fato Real