Fato Real
Política

Selma Rocha defende a reconstrução de Minas Gerais em encontro com Anastasia

thumbnail_IMG-20180908-WA0036
Anastasia e Selma Rocha em encontro ocorrido em Lafaiete

A candidata a deputada estadual Selma Rocha (PHS) participou no sábado 08/09 de encontro com senador Antônio Anastasia (PSDB), postulante ao cargo de governador de Minas Gerais. O evento ocorreu em Lafaiete e reuniu diversas lideranças políticas da região.

Na reunião o tucano declarou apoio público à candidatura de Selma Rocha e aos seus pleitos para Lafaiete e região, inclusive, o compromisso de priorizar a conclusão do hospital regional. A candidata ressaltou a importância da presença de Anastasia na cidade e ressaltou que há várias demandas que dependem do governo do Estado e de força política. “Essa é uma demonstração da disposição do candidato que apoiamos em retomar obras em Lafaiete e, assim como ele, tenho o compromisso de fazer com que as reivindicações da nossa população e das cidades vizinhas sejam finalmente atendidas. Vamos tirar Minas do atoleiro e reconstruir nosso Estado, valorizando o funcionalismo público estadual, que sofre com sucessivos atrasos nos pagamentos de seus salários”, comentou a candidata a uma vaga na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

thumbnail_IMG-20180908-WA0033
José Milton (ex prefeito e marido de Selma Rocha) e os candidatos a deputada e governador

Ao destacar seu apoio a Anastasia, Selma também dirigiu sua fala aos prefeitos presentes e ressaltou a necessidade de acabar com o confisco dos recursos municipais por parte do Estado. “A população é quem mais sofre com essa retenção de recursos. É necessário garantir o repasse aos municípios que precisam de recursos para manter serviços, principalmente na área da saúde”, frisou a candidata. Anastasia lamentou que o atual governo estadual não tenha se empenhado para garantir essa conquista a população. Ele garantiu que, em um eventual governo, essa será a prioridade e nenhuma outra obra vai ser iniciada, antes da retomada das obras inacabadas. “Lafaiete precisa avançar. As cidades da região e de Minas precisam avançar. Não podemos ter aqui uma obra inacabada, tristemente parada há anos, como o hospital regional. Tem que ser concluído. O gasoduto, que está aqui em Queluzito, há poucos quilômetros. Nós temos condições de trazer o gasoduto para atrair novas empresas para a cidade. Tem que ter boa vontade, criatividade, mas, infelizmente, o atual governo não enfrenta a crise, vive dando desculpas. Os servidores estão com salários atrasados, as prefeituras sem receber os recursos constitucionais”, afirmou.

Fonte e fotos: Assessoria de comunicação/Selma Rocha

Fato Real