Fato Real
Política Regional

Governo estadual diz que hospital regional de Lafaiete aguarda aprovações na Câmara e Assembleia para licitação da obra

O governador Romeu Zema esteve na última quinta-feira (05/05) em Barbacena, para anunciar a criação do complexo hospitalar que reúne o hospital regional Dr. José Américo e o Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena. O governo estadual salientou que o complexo irá ampliar os serviços prestados aos 51 municípios do Campo das Vertentes que, juntos, têm população de cerca de 800 mil habitantes e irá fortalecer a linha de cuidado do adulto.

Inauguração aconteceu na última semana. Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG
Inauguração aconteceu na última semana. Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

 

Oncologia

No evento, foi apresentado o Centro Oncológico do Hospital Ibiapaia CEBAMS e o novo serviço de radioterapia que começou a funcionar no final de abril. Até o momento dezoito pacientes já foram atendidos. O Centro Oncológico é um espaço de 400 m² de área construída, com equipamentos de última geração para atendimento a pacientes do SUS. O aparelho de radioterapia do hospital custou em torno de R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais) e foi uma doação do governo federal.

Serviço irá atender a região pelo SUS. Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG
Serviço irá atender a região pelo SUS. Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

A equipe é multidisciplinar, composta por vários profissionais e podem ser atendidas cerca de setenta pessoas por dia. Dados do hospital revelam ainda que no ano de 2021foram registrados 650 diagnósticos de câncer e os mais incidentes foram os de mama e de próstata. O serviço irá atender cerca de 270.000 pessoas da região.

Hospital regional de Lafaiete

Enquanto os membros do Executivo estadual estiveram na cidade de Barbacena, o Fato Real aproveitou a ocasião para questionar sobre outra obra da região: o hospital regional de Conselheiro Lafaiete.

Hospital regional é sonho antigo de Lafaiete
Hospital regional é sonho antigo de Lafaiete

Segundo Fábio Baccheretti, secretário do estado de Saúde, falta a aprovação da Câmara Municipal e da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. “Estamos na fase de estadualização do terreno, que faz parte do município. Para que já possamos licitar e retomar as obras. Estamos prontos para emitir um novo processo licitatório e entregar aquele equipamento importante para a região, que vai realmente mudar toda a infraestrutura de atendimento de Lafaiete”, conta o secretário.

Colaborou: Luiz Lúcio (Barbacena)

Fato Real