Fato Real
Lafaiete Política

Discussão eleitoral acirra ânimos na Câmara de Lafaiete

A apatia dos brasileiros em relação às eleições gerais do próximo dia 07 de outubro se reflete também em Conselheiro Lafaiete e é motivo de preocupação dos vereadores locais. Ao fazer uso da Palavra Franca em sessão ordinária da Câmara Municipal, o vereador Lúcio Barbosa avaliou a intenção manifestada por muitos lafaietenses de anular o voto: “Isso é muito triste e muito ruim para nossa cidade e região. Se hoje Lafaiete perde vários recursos para Barbacena e São João del Rei, se não há aqui tratamentos de alta complexidade em saúde, se várias melhorias que poderiam ter vindo para nossa região não vieram, é por causa da força política de cidades vizinhas como Barbacena, que tem uma arrecadação muito maior e recebe tudo que é bom para a cidade. As pessoas devem pensar bem na hora de votar; Chico Paulotemos vários candidatos bons em Conselheiro nossa cidade e devemos conscientizar a população a não votar nulo ou em branco, pois com isso quem perde é a cidade e não os candidatos.”

Fazendo uso da Palavra Franca na mesma sessão, outros vereadores comentaram sobre as eleições para governador e presidente da República e se posicionaram conforme as próprias convicções políticas e partidárias. Chico Paulo (PT) voltou a insistir na vitimização de Lula e de seu partido, ao mesmo tempo em que alfinetou os eleitores e partidários do candidato Jair Bolsonaro: “Começaram a mentir sobre o Lula e o PT em 2003; de lá pra cá foram mentindo tanto que, hoje, ninguém mais acredita neles. Falaram aí que tem que votar e tem mesmo. Mas, com essa mentirada, o povo está descrente. Hoje o Lula está sequestrado (porque uma prisão sem prova é sequestro). O Bolsonaro já fechou a cota dele porque, no Brasil, só tem 19% de idiotas e não passa disso.”

A resposta às declarações de Chico Paulo foi dada pelo vereador João Paulo (DEM) que adotou o mesmo viés de confronto político-partidário: “Acho que os 19% que declaram voto em Bolsonaro podem até ser idiotas, mas há 30% de imbecis que acreditam que o sítio de Atibaia não pertence a D. Marisa; porque, depois que ela morreu, tudo é dela. Não existem provas? Tem um quadro de todo tamanho do Lula na sala, pedalinho com o nome do Lula na Lagoa… Na casa de vocês, acredito que não tenha um quadro de outro homem, nem os nomes de pessoas que vocês não conheçam em pedalinhos. Nós aqui lutamos a vida toda e ninguém, em dois anos, se transformou em empresário mais rico do Brasil”, afirmou João Paulo.

0a30ce1d-0682-4032-913e-0a943f43b82b

 

 

Fato Real