Fato Real
Destaque Política

Cresce expectativa sobre sessão de votação de Comissão Processante contra prefeito

Alan Teixeira é um dos suplentes a votar
Alan Teixeira é um dos suplentes a votar

É grande a expectativa para a sessão desta terça-feira 14/09 na Câmara Municipal de Conselheiro Lafaiete, quando deverá ocorrer a votação pela instalação ou não de uma Comissão Processante contra o prefeito Mário Marcus (DEM).  A recomendação é resultado da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada no mês de maio sobre o transporte coletivo.

Para a votação, antes será dada posse a cinco suplentes, já que os vereadores que trabalharam na CPI não podem participar da votação.  Eles se juntarão aos outros oito edis que estão em exercício na atual legislatura. Se a votação for pela instalação da comissão, pode culminar no afastamento ou cassação do prefeito Mário Marcus. Para qualquer decisão é necessária maioria dos 13 votos. Se houver empate, o presidente da Câmara, João Paulo Resende, que é do DEM, mesmo partido do prefeito Mário Marcus.

Suplentes

José Luiz Gonçalves
José Luiz Gonçalves

Entre os suplentes, pelo menos três têm experiência direta no cenário político da cidade: Zilda Helena (PT) e Alan Teixeira de Carvalho (DC) são ex-vereadores. Ela também já foi secretária municipal de Desenvolvimento Social; José Luiz Gonçalves é ex- subprocurador municipal. Ainda compõem o grupo, Felipe Tavares (filho do ex-vice-prefeito Darci Tavares) e o técnico em mineração Roger Diego, com formação em Direito, que se identifica em rede social como “pessoa comum, de família comum, cresceu em Gagé. Já foi trabalhador rural, líder comunitário. Luta pela estrutura de uma cidade melhor para as pessoas…”

 Expectativa

O vereador João Paulo Resende (DEM), presidente da Casa Legislativa, apesar de reconhecer a tensão de um momento como este, diz esperar que a sessão transcorra de forma pacífica.

Presidente prevê sessão tensa
Presidente prevê sessão tensa

A perspectiva de uma sessão tumultuada e longa provocou alteração também na Ordem do Dia. A votação do Projeto de Resolução 005/2021 de autoria da vereadora Damires Rinarlly e dos vereadores Erivelton Jaime, Osvaldo Barbosa e Renato Pelé, foi adiada para o dia 21/09.  O projeto visa a criação de uma comissão permanente para garantir maior representatividade, visibilidade e destaque às crianças, adolescentes, idosos, mulheres e as pessoas LGBTQIA+ na política. Havia mobilização nas redes sociais para uma manifestação de apoio à iniciativa e acompanhamento da votação.

Restrição

Pelas redes sociais também há movimentos para que a população acompanhe a votação sobre instalação ou não de uma Comissão Processante contra o prefeito Mário Marcus.

Devido às normas impostas pela pandemia haverá limitação do público para acompanhar a sessão desta terça-feira. Apenas 30% do plenário pode ser ocupado; o que totaliza 30 pessoas, entre os próprios suplentes a serem empossados e imprensa; restando apenas 17 lugares que serão distribuídos por meio de senha.

A sessão poderá ser acompanhada via transmissão pelo canal da Câmara no youtube. Clique aqui e acesse .

 

 

 

Fato Real