Fato Real
Política

Ataque a Jair Bolsonaro repercute na Câmara de Lafaiete

O ataque sofrido na quinta-feira passada em Juiz de Fora pelo candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, repercutiu na Câmara de Vereadores de Conselheiro Lafaiete apenas horas após o seu cometimento. Na sessão cand divinoordinária de quinta-feira (06/09), o vereador Divino Pereira, que raramente se pronuncia em plenário, ocupou a tribuna durante a Palavra Franca para expressar seu sentimento de revolta pelo atentado: “Como vereador eleito pelo PSL e presidente do partido em Conselheiro Lafaiete, registro minha indignação contra o ato de violência ocorrido em Juiz de Fora contra o candidato a presidente da república, Jair Bolsonaro. Aquilo foi uma barbaridade. Já estava tudo pronto pra eu convidar os vereadores e também ia passar um carro de som pela cidade convidando a população de Conselheiro Lafaiete para a chegada do Bolsonaro ao Cristo. Já tinha alugado o lugar pra ele fazer o discurso, acertei tudo com o assessor dele em Belo Horizonte; e eles agora fazem uma coisa dessas com o homem! É inacreditável! No Brasil não está tendo ordem, justiça, nada…”

O vereador Lúcio Barbosa lamentou que o episódio de violência contra Jair Bolsonaro tenha sido registrado justamente em Minas Gerais, estado cuja imagem já se encontra muito desgastada no cenário nacional.

O vereador Chico Paulo reiterou o repúdio manifestado pelo Partido dos Trabalhadores ao atentado a faca sofrido por Bolsonaro: “Nós do PT pregamos a paz.  Ninguém vai consertar este país com violência; só vamos resolver os problemas deste país construindo universidades, escolas e cuidando da saúde do povo. Mas é preciso ter cuidado com a semente que semeia, pois você colhe aquilo que planta. Na semana passada, o Bolsonaro pegou uma metralhadora lá no Maranhão e falou que ia matar tudo quanto era gente da esquerda; os que não conseguisse matar, iria mandar para a Venezuela pra comer capim, porque lá não tem *mortadela*. Mesmo assim, nós repudiamos a atitude da pessoa que fez isso contra Bolsonaro”, afirmou Chico Paulo.

Fato Real