Fato Real
Destaque Polícia

Mulher mata marido. Suspeita alega legítima defesa após agressão

Um homem de 21 anos morreu esfaqueado na noite da última sexta-feira, na localidade de Canjamba, na zona rural de Ressaquinha.

A Polícia Militar foi acionada em uma residência no local, onde um casal teria discutido e estavam ambos feridos. No local, os militares conversaram com a mulher, de 37 anos, que disse que após sair do trabalho, ela e o companheiro foram a um comércio e efetuaram  o pagamento de conta referente às despesas mensais.

Após, passaram em um bar e o homem teria ingerido diversas doses de pinga e ela, duas garrafas de cerveja. Em dado momento, a mulher pediu dinheiro ao homem para comprar um lanche e buscar a filha, de 11 anos, para lanchar também. O homem negou e então a mulher o chamou para irem embora. A mulher disse que no trajeto de volta para casa, o homem passou a xingá-la. 

Em casa, ele teria continuado a ofendê-la, dado-lhe um soco em sua boca, pegado uma faca e lhe dado uma facada no braço. A mulher, temendo por sua vida e a de sua filha, conseguiu retirar a faca das mãos do companheiro e lhe deu uma facada na região do peito e saiu correndo com a filha para pedir socorro. Ela correu para a casa do patrão e contou o que aconteceu. Foi acionado o Samu que constatou o óbito. 

A mulher foi presa em flagrante e o Conselho Tutelar foi acionado para a filha da suspeita.

Fato Real