Fato Real
Polícia

Empresário é assassinado. Blogueira é suspeita de ser mandante

Um empresário de Abreus, distrito de Alto Rio Doce, foi morto dentro de casa nesta terça-feira (28). Ele morava no bairro Industrial, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Uma mulher, de 29 anos, disse à polícia que pediu para desconhecidos “darem um susto” no homem após descobrir uma traição, mas eles afirmaram que ela também participou do crime. Segundo alguns veículos de imprensa, apesar de dizer ser ex-namorada da vítima, eles não possuíam vínculos, e tiveram apenas um ou dois encontros casuais. A versão também foi dada por amigos de Leandro.

A PM foi chamada por um vizinho da vítima, que suspeitou que a casa ao lado tinha sido invadida. Os policiais entraram na residência e encontraram o corpo de Leandro Rezende Morais, de 36 anos, dentro do quarto. Ele estava apenas de cueca, com as mãos e pernas amarradas, um fio enrolado no pescoço e uma blusa cobrindo o rosto. Uma ambulância foi chamada e constatou o óbito no local.

Os militares verificaram a existência de diversas ocorrências envolvendo Leandro e uma suspeita, e foram até a casa dela, no bairro Tirol, no Barreiro, em BH. Ela contou que tinha descoberto uma traição envolvendo o homem e uma amiga. A mulher disse que ficou transtornada e, na noite de terça-feira (28), estava chorando em uma praça no bairro Mangueiras, no Barreiro, quando um desconhecido se aproximou e perguntou o que estava acontecendo. Ela contou da traição e falou que era constantemente agredida pelo companheiro e, segundo ela, o homem se ofereceu “para dar um susto” em Leandro.

Eles combinaram de se encontrar na praça mais tarde, mas, quando a mulher voltou ao local, outros três homens estavam aguardando-a para ir até a casa de Leandro. Conforme a mulher, eles pularam o muro da residência e ficaram cerca de 20 minutos lá dentro, enquanto ela aguardou do lado de fora. Os militares conseguiram encontrar dois suspeitos, que deram uma versão diferente. Eles disseram que estavam na praça quando a mulher se aproximou e pediu que dessem um susto no namorado e roubassem a casa dele. Ambos afirmaram que ela entrou na casa de Leandro e chutou o rosto dele.

O terceiro suspeito de envolvimento no crime não foi localizado até o momento. De acordo com a Polícia Civil, a mulher e os outros dois suspeitos foram presos em flagrante e encaminhados ao sistema prisional por roubo seguido de morte. A instituição instaurou inquérito para investigar o caso.

Fonte: Barbacena Online. Com informações de: Rafaela Mansur e Renato Paim, G1 Minas

Fato Real