Fato Real
Lafaiete

Três empresas se credenciam para explorar o transporte público em Lafaiete

Foram abertos na manhã desta quinta-feira (13/05) os envelopes da sessão pública do edital para a exploração do transporte público coletivo em Lafaiete. Desta vez, três empresas se credenciaram para explorar o serviço na cidade.

O recebimento e a abertura dos envelopes aconteceram às 10h na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, na praça Barão de Queluz, no centro da cidade.

As empresas que manifestaram interesse são: Trans Bela Flor (São Paulo), Auto-ônibus Vila Pirituba/Viação Turismo (Goiás e São Paulo) e Viação Umuaramba (Paraná).

Ainda não foi anunciado o nome da empresa vencedora.

Qualidade do serviço prestado anteriormente pela Viação Presidente sofreu diversas críticas
Qualidade do serviço prestado anteriormente pela Viação Presidente sofreu diversas críticas

Liminar

Um advogado entrou com uma liminar em que pedia a suspensão do processo da licitação do transporte público. O Dr. Anderson Leão, afirma que não existe chamamento público para a prestação deste serviço. Um dos argumentos utilizados pelo advogado é que a prefeitura não exige experiência por parte da empresa, o que afetaria a prestação do transporte público coletivo. No entanto, a liminar foi negada nesta manhã

Crise

A crise no transporte público coletivo no município já se arrasta há meses. Hoje, a cidade não tem uma empresa prestando o serviço e ele é realizado pelas vans escolares que foram credenciadas emergencialmente para isso. Além disso, existem diversas denúncias de falta de pagamentos da empresa para com os funcionários.

Os problemas na prestação do serviço são tantos que, na última semana, a Câmara de Vereadores de Conselheiro Lafaiete criou uma Comissão Parlamentar de Investigação (CPI) para investigar a atuação do Poder Executivo durante a crise.

Fato Real