Fato Real
Lafaiete

Secretário nega abandono do parque de exposição. Local vai abrigar sede da Guarda Municipal

A Câmara Municipal de Lafaiete realizou nesta segunda-feira (25/04) uma audiência pública para discutir a situação e uso do parque de exposições da cidade. Para responder os questionamentos, estiveram representando o Executivo, os secretários municipais Rafael Lana (Desenvolvimento Econômico, Daniel Coelho (Obras e Meio Ambiente) e Geraldo Lafayette (Cultura).

Secretários estiveram presentes na reunião
Secretários estiveram presentes na reunião

Segundo o vereador Oswaldo Barbosa (PV), presidente da Câmara, a Casa recebeu diversas reclamações da população sobre um possível abandono no local. Apesar do assunto ter movimentado as redes sociais e a audiência estar aberta a presença do público, as cadeiras da Câmara ficaram vazias. “Infelizmente não veio ninguém para um assunto tão importante desses. O pessoal gosta de falar na internet, mencionar a gente, mandar mensagem cobrando sobre o parque”, lamentou o vereador Erivelton Jayme (Patriota).

Vereadores fizeram questionamentos aos secretários durante a audiência
Vereadores fizeram questionamentos aos secretários durante a audiência

Abandono

O secretário Rafael Lana negou que haja abandono do local. Segundo ele, foi feito um plano de ocupação para o parque, e que as ações começaram a ser desenvolvidas em 2019, ano em que ocorreu a 39ª Nacional do Cavalo Campolina Marchador. No entanto, a pandemia afetou o planejamento do Executivo.

Rafael Lana negou que local esteja abandonado
Rafael Lana negou que local esteja abandonado

Com o estabelecimento do estado de calamidade, o parque teve de ficar fechado até o dia 1° de abril de 2022. “Retomamos a periodicidade do serviço de manutenção do parque, já foi feita uma primeira limpeza e começamos a retomar os projetos de evento”, informou Lana, citando a 25° Copa de Marcha do Manga Larga Marchador, um “poeirão” e a Copa Brasil de Marcha, previstos para os próximos meses.

O secretário de Cultura, Geraldo Lafayette, disse que apesar da pasta não ter gerência sobre o lugar, ela participa como equipe, principalmente durante os eventos. Ele destacou a importância do parque ser sustentável durante todo o ano, pois da maneira como o lugar funciona até então, apenas os grandes eventos tornam o uso do parque de exposições possível.

Guarda Municipal

Daniel Coelho, secretário de Obras e Meio Ambiente, informou que entre as ações programadas estão capina, pintura e a revitalização da lagoa. Também segundo ele, será investido o valor de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais) em equipamentos para revitalização das instalações elétricas do local. Uma verba encaminhada pelo deputado estadual Glaycon Franco para melhorias no local já estaria em fase de tramitação.

Daniel Coelho salientou que já está em fase de finalização a nova sede da Guarda Municipal dentro do parque.

Fato Real