Fato Real
Destaque Lafaiete Política

Prefeito prevê medidas mais duras contra a pandemia, mas busca preservar o comércio

A confirmação da variante P.1, conhecida como variante de Manaus, em Conselheiro Lafaiete tem repercutido nas redes sociais desde o fim da tarde desta terça-feira (01/06). Esta cepa causa preocupação pois pode estar associada a uma maior infectabilidade do vírus.

A Secretaria do Estado de Saúde informou à cidade nesta terça-feira que algumas amostras provenientes de pacientes residentes em Conselheiro Lafaiete foram confirmadas com a P.1. Em entrevista ao “Jornal Falado Carijós”‘ na manhã desta quarta-feira (02) a Secretária de Saúde, Rita de Kássia Silva Melo comentou a situação: “Em dezembro de 2020 foi veiculado nas mídias um número expressivo de casos e óbitos em Manaus em decorrência desta variante P.1. E no município de Conselheiro Lafaiete nós fomos oficializados com a confirmação de cinco casos dessa nova variante. Todos os casos foram monitorados e acompanhados”.

A Secretária comentou sobre a nova variante
A Secretária comentou sobre a nova variante

Rita de Kássia Silva Melo também esclareceu sobre quais os pontos que levam uma amostra a ser investigada: “É levado em consideração vários critérios para que a amostra seja analisada: tem as condições clínicas e o histórico de cada paciente. Entre as condições clínicas são avaliados os sintomas, o agravamento dos casos, todas as condições clínicas e evolução da doença em cada paciente. O histórico (se consiste em) quais as regiões que (o paciente) frequentou nos últimos meses, quais as viagens, os países e os últimos contatos” aponta.

 

Prefeito

Também em entrevista ao “Jornal Falado Carijós” na manhã desta quarta-feira, o Prefeito Mário Marcus (DEM) informou que durante o dia serão discutidas medidas mais restritivas na cidade para que se possa conter a transmissão do vírus: “Nós vamos estar tomando medidas de fiscalização mais intensas. Vamos nos reunir hoje, vamos aguardar também a reunião da macrorregião de saúde Centro-Sul que se reúne hoje na parte da tarde, para ver se do Estado vem alguma medida mais restritivas”

Prefeito eximiu o comércio de culpa pela transmissão do vírus
Prefeito eximiu o comércio de culpa pela transmissão do vírus

O prefeito buscou tranquilizar os comerciantes: “O que nós menos desejamos é comprometer as nossas atividades comerciais. Nós sabemos que nosso comércio já sofreu muito. Sabemos da importância do comércio para Conselheiro Lafaiete. O comércio, a partir do momento que continuar cumprindo os protocolos e evitando as aglomerações, nós temos certeza que não será ele o fator principal de contaminação. Se não vier por parte do Estado uma restrição em relação a um possível retrocesso para uma onda roxa, não é nossa intenção prejudicar o comércio”.

O mandatário comentou sobre o boletim epidemiológico emitido nesta terça-feira pela Secretaria de Saúde. Nele, nove novas mortes foram confirmadas pela doença: “Esses óbitos aconteceram, em grande maioria, em pessoas abaixo de 60 anos. Então vemos que as pessoas que estão se contaminando, agravando e vindo a óbito hoje são pessoas jovens. […] Isto mostra também a eficiência da vacina, pessoas de 80, 90 anos não estão mais agravando e vindo a óbito. São os jovens que estão se aglomerando que realmente precisam se cuidar para não levar essa contaminação para os pais dentro de suas casas”.

Fato Real