Fato Real
Destaque Lafaiete

Mãe busca por justiça e denuncia homem por abuso de criança

Boletim registra o desaparecimento de Rodrigo. Fato foi divulgado em redes sociais.
Boletim registra o desaparecimento de Rodrigo. Fato foi divulgado em redes sociais.

Desaparecido ou foragido? Esta dúvida surgiu entre lafaietenses que acompanharam nas últimas semanas postagens em redes sociais referindo-se a Rodrigo Alves dos Santos.

As primeiras manifestações foram pelo seu desaparecimento. Mas uma postagem chamou a atenção com os seguintes dizeres: “ Ajudem a divulgar. Meu primo está desaparecido, e precisa ser encontrado pois tem 8 anos de prisão pra cumprir. A família sofre, e a vítima que ele fez sofre ainda mais”.

Denúncia de abuso

A história por trás do alerta foi contada ao Fato Real pela mãe de uma jovem, que aponta o homem (padrinho da criança) como autor de abusos sofridos pela sua filha. O crime teria ocorrido quando ela tinha 8 anos.  Abaixo, a mãe faz o relato de como teria descoberto o que ocorria.

Desde que descobriu, no ano de 2014, o que acontecia com a  filha,  a mãe A.F.C. M trava uma batalha para que a justiça seja feita e o homem pague pelo seu crime.  Na batalha jurídica a defesa de Rodrigo recorreu de algumas decisões e ele permaneceu solto nestes anos todos. No entanto, foi condenado a 8 anos de reclusão em regime fechado. Um Mandado de Prisão foi expedido Vara Criminal e de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da comarca de Conselheiro Lafaiete contra ele em 27/10/2021, mas até o fechamento desta reportagem em 24/11 ainda não havia sido cumprido.

Desaparecido

Segundo boletim de ocorrência registrado por familiares junto à Polícia Militar, Rodrigo, de 39 anos, foi visto pela última vez no dia 18/10 na chácara da família, na região do bairro Morro da Mina. O desparecimento teria ocorrido poucos dias antes da condenação definitiva ser decretada; o que para A.F.C. M é um fato que desperta suspeitas.

Qualquer informação sobre o paradeiro de Rodrigo pode ser comunicada às autoridades pelo telefone  190 da Polícia Militar.

 

 

 

Fato Real