Fato Real
Gerais Lafaiete

Hospitais de Lafaiete são fiscalizados pelo Crea-MG

Hospital São José
Hospital São José

A engenharia, e até mesmo a agronomia, estão bem mais presentes nos hospitais do que se possa imaginar. A atuação do profissional da área é obrigatória para realizar desde a manutenção de equipamentos, à instalação de infraestrutura, passando pela aquisição de equipamento com melhor custo benefício, até o gerenciamento adequado de impactos ambientais. E em tempos de pandemia de covid-19, esse trabalho é ainda mais importante, tendo em vista a grave crise sanitária que o Brasil atravessa.

Para garantir a presença do profissional habilitado à frente desses serviços, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG), iniciou em março de 2021, uma ação para ampliar a fiscalização em empreendimentos hospitalares em todo o estado.

Hospital São Camilo
Hospital São Camilo

Em Conselheiro Lafaiete, cinco unidades hospitalares  receberam o ofício solicitando a documentação, que corresponde à primeira etapa da fiscalização do Conselho.    Segundo o CREA, foram fiscalizados os hospitais Queluz, São Camilo, São Vicente de Paulo, Maternidade São José e o hospital de campanha, referência para tratamento da Covid-19.

O gerente da Divisão de Fiscalização do Crea-MG, engenheiro eletricista Nicolau Neder, explica que os fiscais verificam se as empresas prestadoras de serviço possuem registro no Conselho, se os profissionais responsáveis têm atribuições para tais serviços e se emitiram suas Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs). Também verificam se as atividades como manutenção de sistemas de ar condicionado, geradores de energia, caldeiras, aparelhos eletromecânicos, de hemodiálises, ultrassonografia, nobreaks, grupo motor gerador, aquecimento de água, vasos de pressão, equipamentos de combate a incêndio e médico-hospitalares têm responsável técnico legalmente habilitado. “Para realizar a manutenção nestes equipamentos e desempenhar um bom serviço, os profissionais precisam ser habilitados, ter formação adequada. O nosso objetivo é que todos usuários recebam serviços seguros e de qualidade”, destaca Nicolau.

Hospital de Campanha
Hospital de Campanha

O presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, reforça que o papel de cada profissional numa unidade hospitalar deve ser conhecido por todos para que se entenda a importância dessa atividade. “A engenharia está presente em quase todas as áreas de nossas vidas, inclusive nos hospitais, e a atuação do profissional habilitado é necessária para garantir segurança e o bom funcionamento destas unidades. A fiscalização do Crea vai atuar justamente para verificar essa presença”, pontua.

Essa é uma ação que está sendo realizada por todos os Creas do Brasil. A meta estipulada é fiscalizar 100% dos hospitais do país até 31 de dezembro de 2021.

Fonte: CREA-MG

 

Fato Real