Fato Real
Gerais Regional

Morre músico que fazia campanha para tratamento contra a Covid

Gustavo não resistiu à Covid-19
Gustavo não resistiu à Covid-19

Não deu tempo de salvar o músico Gustavo Procópio. O jovem congonhense de 28 anos  para o qual estava sendo realizada uma campanha virtual, morreu na madrugada desta segunda-feira (03/05) em decorrência de complicações da Covid-19.

Nos últimos dias, a família de Gustavo começou uma vaquinha virtual, com o objetivo de arrecadar fundos para o procedimento de Oxigenação Extracorpórea por Membrana (ECMO). Esse procedimento é o mesmo que foi utilizado no lafaietense Ricardo Vander  Pereira que se curou da Covid-19. Ricardinho também contou com a solidariedade de muitas pessoas que doaram para que conseguisse ter o tratamento de alto custo.

Família

Segundo a irmã de Gustavo, Gabriela Procópio, os pais contraíram a Covid-19 por volta do dia 10 de abril. O irmão contraiu alguns dias depois. No dia 23, o músico foi internado passando mal e com falta de ar.

Posteriormente, a situação se agravou. Ele foi transferido para a UTI e entubado para o tratamento da doença. Com o pulmão muito comprometido, os médicos sugeriram o uso da ECMO.

Campanha

Assim como Ricardinho, a questão financeira foi um problema para a família. Em Minas Gerais, somente o Hospital Mater Dei em Belo Horizonte realiza o procedimento. O tratamento ficaria em R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais).

Na vaquinha virtual 652 apoiadores já tinham doado, chegando ao valor total de R$ 52.134,47 (cinquenta e dois mil, cento e trinta e quatro reais e quarenta e sete centavos) nesta manhã.

Lamentavelmente já era tarde e Gustavo faleceu.

Conheça o trabalho de Gustavo Procópio com o show “Estátuas Móveis: Do Barroco ao Rock” que ele apresentou no XXV Festival de Inverno #CongonhasEmCasa em 2020. Para assistir é só clicar aqui.

 

 

 

Fato Real