Fato Real
Gerais

Copasa anuncia investimentos em Congonhas e Lafaiete

O prefeito de Congonhas, Dr. Cláudio Antônio de Souza, o Dinho (MDB) assinou nesta sexta-feira (26/11), na Romaria, a Ordem de Serviço para o início das obras de implantação do sistema de esgotamento sanitário em Congonhas. A intervenção será feita pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). Ao todo, serão investidos R$ 41,1 milhões em duas etapas com recursos financiados entre a Copasa e o banco alemão KFW.

Na primeira etapa que, segundo a empresa, já está em andamento, estão previstos serviços como a implantação de 1938 metros de redes coletoras, 29.004 metros de interceptores, 7500 padronizações de ligações prediais e 1500 ligações prediais a um custo total de R$10.587.156,71.

A segunda etapa, cujas obras devem começar nos próximos meses, prevê a construção de 11 estações elevatórias, 5100 metros de linhas de recalque e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) com capacidade de tratamento de 168 litros por segundo, a um custo de R$30.586.309,93. A previsão é que as todas as obras estejam concluídas em 18 meses.

Todo o sistema de esgotamento sanitário beneficiará diretamente no aumento dos índices de desenvolvimento social e econômico de Congonhas e na redução de gastos com tratamentos de doenças e a mais investimentos privados na cidade, além de garantir a revitalização do Rio Maranhão garantindo qualidade hídrica ao meio ambiente.

Assinatura em Congonhas aconteceu na tarde desta sexta-feira
Assinatura em Congonhas aconteceu na tarde desta sexta-feira

O evento de assinatura da Ordem de Serviço contou com a presença do vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant (PSDB), e do diretor-presidente da Copasa, Carlos Eduardo Tavares de Castro.

Lafaiete

Acontece também na tarde desta sexta-feira, em Conselheiro Lafaiete, a assinatura da Ordem de Serviço para o início das obras de ampliação da coleta e tratamento de esgoto.

Serão implantadas redes coletoras, interceptores, ligações prediais e duas estações elevatórias de esgotos. O investimento da Copasa no município será no valor de R$ 10.510.223,41 (dez milhões e quinhentos e dez mil e duzentos e vinte e três reais e quarenta e um centavos), com prazo previsto para conclusão em 12 meses. As obras serão executadas pela empresa Poros Construtora Eireli.

Evento em Lafaiete também aconteceu na tarde desta sexta-feira
Evento em Lafaiete também aconteceu na tarde desta sexta-feira

A assinatura em Lafaiete conta também com a presença de Carlos Eduardo Tavares de Castro, presidente da Copasa, do vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant, do prefeito Mário Marcus (DEM),  do deputado estadual Glaycon Franco (PV), do promotor de justiça, Dr. Glauco Peregrino, entre outros.

 

Fato Real