Fato Real
Destaque Gerais

Atleticanos vivem expectativa de conquista do brasileirão

O Atlético pode levantar a taça de campeão brasileiro já nesta quinta-feira (02/12), mais de 50 anos depois do primeiro título. O clube só depende dos próprios resultados para garantir a conquista.  O título pode vir na partida de hoje contra o Bahia na Arena Fonte Nova,  em Salvador, a partir de 18h.  Para ser campeão, o Galo precisa ganhar o jogo.

Onde acompanhar o jogo

Em Conselheiro Lafaiete, os atleticanos devem se reunir em bares para acompanhar aquele que pode ser o jogo do título. A partida entre Atlético e Bahia  terá transmissão pela TV Globo em rede aberta e pelos canais Premiere em formato pay-per-view.

A rádio Carijos 92,3 FM transmite a partida em cadeia com a Itatiaia e narração de Mário Henrique Caixa. A jornada esportiva começa as 17h. Clique aqui.

A torcida organizada Galoucura Lafaiete convocou os torcedores para assistirem a partida em um telão ao vivo na avenida Prefeito Mário Rodrigues Pereira, 50, no centro da cidade. O telão estará instalado em frente ao bar Baixinho Casa Velha.

Ansiedade

Wamberto nunca viu seu clube ser campeão da taça nacional
Wamberto vive a expectativa de ver o time ser campeão

“Ansiedade” é a palavra mais repetida entre os torcedores do Galo neste final de campeonato. Wamberto Tadeu, atleticano e morador do bairro Paulo VI, em Lafaiete, destaca que toda uma geração de torcedores cresceu sem ter visto o clube ser campeão: “A paixão é tremenda. Fico ansioso para que aconteçam as coisas, mas tenho que controlar um pouco a ansiedade. […] De hoje não passa não, não tem como não. Eu mesmo tive  que faltar de serviço hoje porque não tem jeito de trabalhar hoje”, diz.

Diego compartilha o amor pelo Galo com o filho
Diego compartilha o amor pelo Galo com o filho

Diego Amorim dos Santos, outro atleticano da cidade que não viu a conquista de 1971, também está confiante que o título da equipe alvinegra saia hoje: “Vamos levantar finalmente essa taça que tantas vezes foi tirada da gente e estou nessa expectativa, tendo a oportunidade de estar vivendo junto com meu filho que tem três anos. Ele é doido com esses personagens super-heróis e o Galo tem o Hulk, ele é alucinado com o Hulk. Ele acompanha os jogos comigo e faz uma farra boa. Isso me dá muita alegria” destaca Diego.

Fato Real