Fato Real
Destaque

Volta às aulas presenciais pode enfrentar greve sanitária em Lafaiete

Por força de decreto municipal está autorizado a partir de hoje o retorno gradual às atividades escolares presenciais nas instituições de ensino públicas e privadas de Conselheiro Lafaiete. As instituições de ensino realizarão as aulas presenciais adotando a metodologia do ensino híbrido, com número reduzido de alunos, revezamento e manutenção das atividades remotas. O ensino exclusivamente remoto deve ser ofertado àqueles que por esse modelo optarem. O retorno fica condicionado a entrega do Planejamento Estratégico de Retorno, e outras exigências do Estado e Município.

Municipais

As 42 escolas municipais da cidade estão sendo preparadas para que se adequem aos protocolos exigidos para que haja o retorno. Há uma previsão de retorno até a terceira semana de setembro.

Greve sanitária

No entanto, a presença de professores e alunos em salas de aula ainda encontra resistência. O assunto que divide opiniões será tema de uma assembleia extraordinária do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Conselheiro Lafaiete (SINSERLAF).

Conforme edital publicado, na assembleia será discutida e votada uma greve sanitária. O encontro ocorrerá em formato virtual, em face dos efeitos da pandemia da Covid 19, e da impossibilidade de aglomeração de pessoas, na sexta-feira 27/08 com previsão para 19h (primeira convocação).

Uma greve sanitária tem como fundamento a ausência do profissional a partir de condições inadequadas de trabalho. Profissionais de Educação argumentam que o baixo índice de vacinados contra a Covid coloca em risco a saúde de professores, alunos e outros envolvidos no cenário educacional.

Clique aqui e leia o edital de votação da greve sanitária na íntegra.

Fato Real